mulher-rio-descanso

Onde eu descanso

E vou seguindo meu caminho, por mais tortuoso que às vezes ele se apresente a mim, respeito. Encaro. Na maioria das vezes sigo a sinalização, verifico as condições do tempo, mas de vez em quando, naquele instante em que dá um frio na barriga, é fechando mesmo os olhos que faço uma prece e escolho[…]

Sorria!

Aprendi a não temer

Tantas vezes tentaram me ferir. Em muitas cheguei mesmo a sangrar. E por várias vezes insisti, tentei tapar a ferida e fingir não sentir a dor. Mas ela me consumia. Enquanto escondia a tristeza, procurava, sem sucesso, o orgulho, mas ele havia me abandonado. Ou fui eu mesma que me larguei pelo caminho? Depois de[…]